(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
 
O Polêmico - Suas ideias nos movem
Login / Cadastro Seta Dupla
Olá, Visitante.
Logar com Facebook
Esqueceu a senha?
Cadastrar
Ícone Enquete O Polêmico quer saber a sua opinião:
Home   

Comportamento


           

Aos 11 anos ela dá à luz após estupro e aborto negado

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Polêmica Imprimir
Comunicar Erro Comunicar Erro
Aos 11 anos ela dá à luz após estupro e aborto negado

A gravidez da menina, que completou 11 anos em maio, gerou um grande debate dentro e fora do Paraguai, onde as leis só permitem o aborto em caso de perigo de morte para a mãe e quando há recomendação médica – e não em casos de estupro.

No ano passado 680 menores de 15 anos deram à luz no país, de acordo com o Ministério da Saúde Pública.

O parto foi feito por meio de uma cesárea programada na sede da Cruz Vermelha em Assunção, disse o diretor da instituição, Mario Villalba, de acordo com o jornal La Nación.

Tanto a menina quanto o bebê, de 3,5 quilos, passam bem. A expectativa é que voltem para casa em três dias, disse advogada da mãe da criança, Elizabeth Torales, à agência de notícias EFE.

A menina mede 1,39m e, antes da gravidez, pesava 34 quilos.

A identidade da família não foi revelada para manter a privacidade dela.

Torales anunciou que fará um pedido para que a criança e a recém-nascida fiquem sob custódia da avó do bebê. Ela chegou a ser presa e responde a processo sob acusação de faltar com os devidos cuidados com a filha.

A avó havia pedido que um aborto fosse feito para "salvar a vida" da filha, mas as autoridades negaram.

Para pressioná-las, a Anistia Internacional lançou a campanha #NiñaEnPeligro (Menina em Perigo).

No entender da Anistia, obrigar a menina a ser mãe "constitui tortura e outros maus tratos, de acordo com a Convenção contra a Tortura das Nações Unidas".

O padrasto da menina está preso, mas diz ser inocente. Se considerado culpado, pode ser condenado a 12 anos de prisão.


Debate sobre aborto

O caso vem gerando debate sobre as leis paraguaias em relação ao aborto. No Brasil, o aborto é permitido em casos de estupro, risco de morte para a mãe ou quando o feto for anencefálico. Porém, quase metade dos brasileiros são contra o aborto mesmo nesses casos.

Criador: Equipe O Polêmico

Fonte: BBC
Assuntos
’Há meninas com pênis e meninos com vaginas’ diz campanha.
’Há meninas com pênis e meninos com vaginas’ diz campanha.
10 filmes em que os atores realmente fizeram sexo
10 filmes em que os atores realmente fizeram sexo
Orientação sexual da mulher pode sofrer influência.
Orientação sexual da mulher pode sofrer influência.
Os sete maiores erros da geração Y
Os sete maiores erros da geração Y
Os comentários não representam a opinião do Site. A responsabilidade é do autor do comentário.



Procurando Roupas Femininas Importadas?
Produtos Importados com os menores preços e entrega para todo Brasil!


Produtos Importados com os menores Preços e Entrega para todo Brasil
Mais Procurados Assuntos mais Pesquisados no Momento
Ícone Parceiros Parceiros do Polêmico
Climatologia Geográfica | Descubra mais da ciência, paisagens incríveis e muito mais.      Ciências e Tecnologias | Artigos e Noticias de Ciências e Tecnologia      Jornal Eletrônico - Gente de Opinião

Portal SOS Notícias do RN      SAJ Notícias      Fotografe Livre  - Tudo sobre fotografia, até dicas!      cearensizando

W3 Directory - the World Wide Web Directory      AhTrollei - Cuidado você pode estar sendo trollado!: Parceria      Infotec Blog - Tecnologia em primeira mão!          

RGN no Ar | Rio Grande do Norte                S1 Notícias      Debates Culturais - Liberdade de Idéias e Opinioes!

Você já pensou em deixar uma carta ou mensagem após a morte? Conheça nosso testamento online.
Polêmico       Polêmicas       Notícias       Debates       Discussões Noticias

aids       desigualdade social       meninos e meninas       pena de morte       jesus comunista      
 
© opolemico.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Melhor visualizado na resolução: 1024 x 768 px.  -  Política de Privacidade
Contato Contato